Tudo o que você precisa saber sobre radiação

July 24, 2019

 

 

  • Irradiação de Alimentos:

 

https://alimentossemmitos.com.br/forc-e-ipen-trabalham-juntos-em-pesquisa-sobre-irradiacao-de-alimentos

 

 

 

No Brasil, as primeiras pesquisas com irradiação de alimentos foram feitas da década de 50, pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), em Piracicaba (SP). 

Os alimentos que mais são submetidos à radiação são as frutas, os vegetais, os cereais e os derivados de animais (carnes de aves, peixes e bovinos).

Essa prática tem como objetivo o uso da radiação na eliminação dos micro-organismos presentes em alimentos industriais, o que diminui a ocorrência de doenças provocadas por elementos contaminados.

 

http://radiologiasemfronteiras.blogspot.com/2011/04/irradiacao-de-alimentos.html

 

 

 

 

Acima, percebe-se à esquerda cebolas que não foram tratadas e à direita, cebolas que receberam certa quantidade de radiação.

 

A irradiação de alimentos não torna os alimentos radioativos pois não há contato com a fonte de radiação. Além disso, pequenas doses de radiação no alimento são aplicadas para reduzir a velocidade de amadurecimento de frutas e não permitir o brotamento.

 

 

 

 

  • Na Medicina:

 

Radiografia:

 

A radiografia, mais conhecida com Raio X, é um processo de diagnóstico que contribui para o tratamento de doenças e promove uma rápida avaliação e visualização de ossos fraturados e problemas nas articulações.

O raio x é muito utilizado em casos de emergência, e se utilizado de forma correta, não causa efeitos secundários, pois essa radiação não permanece no corpo.

Mas como é produzida a imagem?

Os ossos absorvem grande parte da radiação, enquanto os tecidos mais moles como músculos, gordura e os órgãos, permitem que a radiação os atravesse de maneira mais fácil. Em razão disso, os ossos aparecem brancos na chapa e os tecidos moles aparecem em diferentes tonalidades de cinza ou preto.

https://telemedicinamorsch.com.br/blog/radiologia-e-radiografia

 

 

 

 

Radioterapia:

 

 

A radioterapia consiste em tratamento de tumores, eliminando células cancerígenas e impedindo o seu crescimento. O tratamento consiste na aplicação programada de doses elevadas de radiação, com a finalidade de atingir as células cancerígenas, causando o menor dano possível aos tecidos sãos intermediários ou adjacentes.

https://www.gentside.com.br/saude/radioterapia-como-funciona-efeitos-o-que-e-radioterapia_art5895.html

 

 

 

  • Armas Nucleares:

 

As armas nucleares são de dois tipos básicos: a bomba atômica ou a bomba de hidrogênio (bomba H). A bomba atômica baseia-se na fissão de núcleos atômicos, processo que consiste em “quebrar” núcleos de átomos pesados e instáveis, como o urânio-235, lançando contra eles partículas atômicas chamadas de nêutrons.

Já a bomba H se fundamenta na fusão de núcleos de átomos leves, como o hidrogênio. Para obter a fusão, ou seja, a união dos núcleos dos átomos, é necessária uma quantidade muito grande de energia, que é obtida pela explosão de uma bomba atômica. O resultado é uma bomba mais poderosa.

 

 

https://www.terra.com.br/noticias/mundo/maior-bomba-de-hidrogenio-ja-detonada-completa-60-anos,e751da2f5f474410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

 

 

 

 

 

  • Radiação em Insetos:

 

A TIE, técnica já empregada para reduzir as populações de outros insetos, como a mosca-das-frutas, consiste em expor os machos do Aedes aegypti a raios-X ou gama e, assim, tornar o esperma estéril. Esses mosquitos machos criados em laboratório poderiam, então, ser liberados para cruzar com as fêmeas da espécie cujos ovos nunca se desenvolveriam. Dessa maneira, reduz-se o número de insetos numa determinada área sem matar animais ou usar produtos químicos.

 

 

 

  • Radiação em Vazamentos:

 

Para detectar pequenos vazamentos em tubulações de água, costumava-se usar escavadeiras para retirar a terra. No entanto, hoje há um processo muito menos trabalhoso, em que se usam os radioisótopos 24Na ou o 131I. O sódio radioativo pode ser introduzido na tubulação na forma de carbonato, que é solúvel em água. O contador Geiger é então usado para rastrear as emissões desse isótopo que, no local do vazamento, registra emissões muito superiores às regulares dos lugares onde não há vazamento.

 

https://www.leak.com.br/2018/09/28/como-detectar-vazamentos-sem-quebrar-parede/

 

 

 

A radiação não é um assunto recorrente no dia a dia da população, porém está presente na alimentação, no organismo e no meio ambiente, o que a torna muito importante para nosso desenvolvimento. 

Essas são algumas das milhares de aplicações da radiação, nas quais a maioria delas são benéficas.

Usada de forma correta, a radiação pode ser o futuro do nosso planeta!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Recent Posts

December 6, 2019

Please reload

Join My Mailing List
ENDEREÇO

Av. João Naves de Ávila, 2121

Bloco 5I - Piso Inferior

Universidade Federal de Uberlândia

Uberlândia-MG

​​

TELEFONE

Tel: (34) 3239-4401

E-MAIL
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now