Recent Posts
Join My Mailing List

Produção de cerveja artesanal

Conheça mais sobre esse mercado em ascensão.

Tempo de leitura: 09 minutos e 15 segundos

Conteúdo do texto:

  • Introdução;

  • Brasil e a cerveja;

  • Sua composição;

  • Cervejas especiais;

  • Como a QuímEJ pode ajudar;

Hodiernamente, essas cervejas artesanais vem conquistando cada vez mais o mercado em todo o mundo, principalmente no Brasil, e o paladar daqueles que adoram apreciar a bebida. Com sua produção em pequena escala, o seu diferencial das demais cervejas é posto em prática nesse momento. Desse modo, os mestres cervejeiros tem como intuito respeitar cada etapa da maduração desta e acompanhar o seu processo cuidadosamente.

Brasil e a cerveja

O primeiro decreto brasileiro que define o conceito de cerveja foi criado em 1997 (Decreto nº 2314/97), contudo, foi substituído em 2009 pelo Decreto nº 6871/09, que diz que por definição “a bebida obtida pela fermentação alcoólica obtida pelo mosto cervejeiro oriundo do malte de cevada e água potável, por ação da levedura, com adição de lúpulo” é o que constituí a atual bebida.

O Brasil é um dos maiores consumidores de cerveja do mundo, tendo a sua média anual de litros consumidos por cada habitante aumentando a cada ano. Desse modo, uma pesquisa realizada pelo Ibope em novembro de 2013 revelou que é a bebida preferida de 2/3 dos brasileiros para quaisquer comemorações, apresentando 64% da preferência dos entrevistados.

Analogamente, na última década, a produção no território brasileiro cresceu impressionantes 65%, passando de 8,2 bilhões para 13,4 bilhões de litros anuais, segundo dados do Sistema de Controle de Produção de Bebidas da Receita Federal (Sicobe). Assim, é comprovado o fato: este é um mercado em franca expansão.

Com isto em vista, o país tem se desenvolvido e se tornado o terceiro maior produtor do mundo, atrás de Estados Unidos e China, mas superando a Rússia e a Alemanha.